Estamos ansiosos pelo seu contato!

Nos acompanhe:

contato@austertec.com

+55 55-997316556

Av. Roraima, 1000 (UFSM) -Incubadora Pulsar, Casa nº 60V
Santa Maria, Rio Grande do Sul

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Sensoriamento Remoto, Índices de Vegetação e Agricultura de Precisão

       O termo Sensoriamento Remoto passou a ser utilizado no início da década de 60, segundo Lillesand e Kiefer (1994) define-se como a ciência e arte de obter informações a respeito de um objeto, área ou fenômeno pela análise de dados adquiridos por um sistema que não se encontra em contato com o objeto, área ou fenômeno sob investigação. 

 

           A partir do advento tecnológico, o crescimento e aprimoramento de novos sensores capazes de captar espectros além do visível e o incremento das aeronaves remotamente pilotadas, tem-se observado o alinhamento do sensoriamento remoto com a agricultura de precisão. Esta relação evidencia-se com a utilização de VANTs  para o registro de imagens aéreas obtidas com sensores multiespectrais para análise da variação espectral da imagem assim como a variação espectral da cobertura do solo e geração de índices de vegetação (IV).

 

 

 

 

 Índices de Vegetação:

 

          Uma das aplicações dos IVs é a avaliação de aspectos fotoquímicos associados a atividades da fotossíntese tal como a estimativa do conteúdo de pigmentação da folha (clorofila).

 

       A luz solar incidente sobre as plantas é refletida em comprimentos de ondas sendo alguns absorvidos e outros refletidos, observando tal comportamento na região do espectro eletromagnético correspondente à faixa do visível e do infravermelho próximo pode-se inferir condições fitossanitárias de determinadas culturas.

 

 

Figura 1: Reflectância da luz solar.

 

 

 

      Na Figura 1 podemos observar a reflectância da vegetação na região do espectro eletromagnético correspondente ao infravermelho próximo (NIR) e do visível (RGB).

 

           Observa-se que as folhas mortas refletem a luz solar em níveis semelhantes na região do visível (comprimento de onda entre 0,4 e 0,7 µm) e do infravermelho próximo (comprimento de onda entre 0,7 e 1,1 µm).  Enquanto isso, a vegetação com folhas estressadas possui grande refletância na região correspondente ao do infravermelho próximo (NIR) e ao verde (Green), já a vegetação saudável diferencia-se da vegetação estressada principalmente na reflectância da região do infravermelho próximo, pois a mesma reflete a níveis muito altos em relação às bandas visíveis.

 

 

 

Algumas contribuições dos IV na agricultura de precisão:

 

         A partir dos IV podemos otimizar a fertilização das plantações, pois é possível inferir o conteúdo substancial de nutrientes antes que alteração do nível de clorofila das plantas, ou seja, a mudança na pigmentação seja visível a olho nu.

 

        Não somente, é possível executar estudos temporais das lavouras realizando uma análise que permite rastrear a variabilidade da saúde e desenvolvimento da plantação, indicar regiões com deficiência nutricional, contribuir com a identificação de anomalias na cobertura vegetal causadas por plantas daninhas e evidenciar manchas no solo provocadas por nematoides ou outras pragas para preconizar ações preventivas.

 

    Desta forma, o monitoramento periódico de lavouras alimenta estudos com informações fundamentais para a identificação de falhas na vegetação e são indispensáveis para determinar as condutas que devem ser adotadas para as soluções destes problemas.

 

Compartilhar no Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

A Adubação Nitrogenada na Agricultura

July 31, 2019

1/2
Please reload

Posts Recentes